O CÉREBRO EM HIPNOSE

A hipnose ganhou aval definitivo da ciência em 1997: o psiquiatra Henry Szechtman provocou alucinação auditiva e o neurologista Pierre Ranville fez voluntários colocarem as mãos em água fervendo. Usando a tomografia por emissão de pósitrons, os dois perceberam que o neocórtex estava ignorando os estímulos externos. Desde então, dezenas de pesquisas identificam outras áreas afetadas

A hipnose é um estado de atenção extrema: desligado dos estímulos externos, o cérebro pode ser induzido de forma a ajudar no tratamento de três tipos de problemas: alívio da dor, comportamentos indesejáveis e doenças psicossomáticas.

No primeiro caso estão pessoas como o inglês Alex Lenkei, hipnoterapista profissional que já passou por seis cirurgias sem anestesia. Mas a técnica também ajuda mulheres em trabalho de parto e é recomendada pelo Conselho Federal de Odontologia. No segundo caso, a hipnose atua para reduzir vícios e comportamentos compulsivos: com a guarda baixa, o paciente pode ser convencido a abandonar o jogo ou as drogas.

Por fim, problemas com base emocional, como o vitiligo, têm no transe hipnótico um aliado. A terapia estimula a produção dos moduladores imunológicos, moléculas que se ligam às células de defesa e evitam que elas ataquem tecidos do corpo.

A FAVOR DA SAÚDE

Cada dia mais Psicologos fazem cursos de Hipnose para tratar a depressão, casos que só se resolvem em mais de ano de terapia a hipnose pode resolver com duas ou três seções.

Vale lembrar que casos graves dependem de drogas específicas, você será orientado a reconhecer e de forma alguma tentar solucionar o que você não está preparado

HIPNOSE PARA DEPRESSÃO

De forma relativamente simples o hipnoterapeuta usará técnicas onde o medo e a ansiedade será substituído por sensações mais agradáveis e amenas.

Mesmo instalando ancoras em que no momento da ansiedade o paciente recorre para ficar calmo imediatamente.

ANSIEDADE E HIPNOSE

Exemplos de tratamentos com hipnose:

Dor de dente

O Hipnotizado pode ouvir um som como de uma cachoeira ou uma música quando o motorzinho for ligado.

Dores crônicas

Estímulos provocados pela dor podem ser parcialmente ou totalmente barrados com ajuda do hipnólogo.

Tabagismo

A hipnose pode alterar a sensação positiva do cigarro e substituir por outros estímulos, como por exercício ou leitura.

Emagrecimento

Desde cirurgias feitas no transe, alterando a quantidade de alimentos que se pode ingerir, até a criação de sensações de saciedade instalando-se uma âncora, como o toque no próprio pulso, desta forma ainda no início da refeição o paciente toca o próprio pulso e sente-se satisfeito.

Fobias

O medo de sapo, insetos, avião ou lugares fechados por ser tratado com resignificação do evento traumático

Timidez / Baixa Auto Estima

Pode ser tratando instalando-se âncoras de segurança

Medo de Falar em Público

Facilmente tratando com âncoras psicológicas e físicas

Diversas outras situações eu mesmo já resolvi imediatamente, como soluço contínuo, cólicas, enjôo, fobia de sapo, medo de falar em público entre outros. (Eleandro)

Revista Isto É

Número 2018, Ano 2008, 114 Páginas

O método é finalmente reconhecido pela medicina e passa a ser usado com sucesso no tratamento de várias doenças

SUPER INTERESSANTE

Número 05, Ano 12

Ela já foi condenada como um truque de charlatães. Hoje, comprovada pela ciência, ajuda a Medicina a curar doenças

GALILEU

Número 234, Ano 2011, 90 páginas

Para perder peso.

Parar de Fumar.

Dormir melhor.

Acabar com as dores

Conheça as histórias de médicos e pacientes que já estão usando esta técnica com sucesso.

SUPER INTERESSANTE

Número 353, Ano 2015, Novembro

O transe que cura traumas.

MUNDO ESTRANHO

Número 151, Ano 2014

Sono, coma, sonhos. A ciência explica o que acontece conosco quando não sabemos o que estamos fazendo. Desperte!

MATÉRIA AQUI